ATIVIDADE FÍSICA APÓS OS 40, EU SEI NÃO É FÁCIL.

Estou escrevendo esse texto do alto dos meus 48 anos de idade, venho tentando e conseguindo me manter ativo fisicamente mas confesso que não tem sido  fácil  fazer atividade física após os 40.

Por isso decidi compartilhar com você esse texto.

Por influência de meus pais o esporte sempre esteve muito presente na minha vida.

Desde muito pequeno pratiquei todos os tipos de esporte e competi na maioria deles, joguei Vôlei, Futebol, Tênis, natação, etc…

Até que encontrei as artes marciais, iniciei aos 13 anos no karate e logo depois entrei no Jiu Jitsu para nunca mais sair.

Você deve estar pensando que falar de atividade física para mim é fácil porque eu sempre fiz esporte, e que não é seu caso, que você nunca foi esportista e por isso é muito mais difícil pra você.

Concordo em parte, de fato começar algo novo não é fácil e assusta porém por outro lado fazer esportes em alto nível por muito anos acarreta inúmeras lesões que com a idade vão se tornando um grande problema.

Não é raro vermos ex atletas assustadoramente fora de forma, não é mesmo?

Depois de 35 anos de pratica ininterrupta sendo 25 anos em alto nível hoje meu corpo reclama, preciso confessar que judiei dele, poucas vezes respeitei os limites pois a vitória justificava o sacrifício. Não me arrependo mas  as vezes penso, se eu tivesse cuidado disso lá atrás…..não estaria com essa dor hoje. mas como diz o ditado a sabedoria só vem com o tempo e quando ela chega a juventude já se foi, rs.

Hoje pago o preço com lesões chatas de conviver e que me obrigam a algumas adaptações em meus treinos.

Esse é o ponto que quero chamar sua atenção, se você esta acima dos 40 seu corpo nã0 é mais o mesmo, e isso não pode ser desculpa para você não se cuidar.

Portanto seja você um antigo atleta ou um sedentário de carteirinha, uma coisa é fato precisamos fazer atividade física e não é uma coisa fácil.

Os benefícios a saude são conhecidos por todos e sabemos que precisamos começar (ou continuar) mas o dia a dia atribulado vai nos fazendo procrastinar deixando sempre para depois a decisão de começar algo.

Até que tomamos um susto com nossa saúde (sim isso vai acontecer) e ai passamos a correr atrás dela ao invés de procurar uma atividade que nos de prazer pois agora o problema se tornou urgente.

Eu vejo isso acontecer muitas vezes em novos alunos que chegam em minha academia ou até alunos antigos que pararam de treinar por longos períodos.

E se esse não é seu caso ainda não permita que isso aconteça com você.

Aqui vão algumas dicas:

  • Não procure uma atividade solitária, envolva-se com o grupo, socializar também traz saúde e te ajuda para aqueles dias onde a preguiça e o cansaço forem mais fortes.
  • Evite atividades de alto impacto.
  • Se possível alterne diferentes atividades durante a semana tentando se manter sempre ativo.
  • Uma atividade física todos os dias é um luxo para poucos mas só depende de você estar nesse grupo.
  • A disciplina tão importante em outras areas da vida é testada nos pequenos esforços em nosso dia a dia, vencer os obstáculos da preguiça, de pequenas dores musculares, de cansaço, etc… nos torna mais forte e determinados, se beneficie disso.

Estar cercado de gente profissional também é muito importante, vou compartilhar com você os profissionais que me acompanham:

 

A dieta faz parte do treino e uma coisa ajuda a outra mas sem radicalismos, busque a constância ao invés da restrição.

O que sempre me motivou e me encantou na atividade que escolhi é o fato de estar sempre aprendendo algo, quando fazemos atividade física somente pelo fato da saúde ou da estética (nada contra as duas)  isso não necessariamente nos dá prazer e a chance de desistirmos é maior.

Por isso sempre preferi os esportes.

Escrevi um texto ha um tempo atrás que queria compartilhar com você sobre esse mesmo assunto,

E se você tiver curiosidade tem um video muito legal sobre como funciona o Jiu jitsu para a turma que já é Master

 

 

Assista o video

 

 

Um forte abraço

 

Fabio Gurgel

 

 

TODO SUCESSO COMEÇA PELO PRIMEIRO PASSO.

Hoje vou compartilhar com vocês a história de sucesso de um aluno, recebi esse testimonial que me fez refletir em como a iniciativa e disciplina realmente transformam a vida das pessoas e como o Jiu Jitsu pode ser uma ferramenta maravilhosa, obrigado Ricardinho por nos mostrar o caminho do sucesso todos os dias.

Segue a mensagem que acabo de receber:

Oi, Meu nome é Ricardo Bezerra e minha história de sucesso com o Jiu Jitsu começou no início de 2010 ao sair de uma consulta médica arrasado devido a atenção colocada em meu estado de saúde. Os meus hábitos não saudáveis e o sedentarismo foram motivo de uma longa discussão que me fez refletir sobre a vida.

Não tendo outra alternativa a não ser priorizar a alimentação saudável e adotar a prática de atividades físicas, aceitei um convite do meu irmão para acompanha-lo em um treino de Jiu Jitsu. Fui com uma certa resistência pois já estava com 29 anos e pensava que era tarde para iniciar uma nova jornada.

Após um tempo atravessando a cidade para frequentar a mesma academia que ele, fui pegando gosto pelo esporte e quando menos esperava fui graduado a faixa azul. Fiquei muito feliz, mas percebia que estava faltando algo, e por cobranças internas resolvi mudar de academia, visitei algumas, mas com aquele receio antigo de ser bem recebido por ter vindo de outra equipe, não consegui escolher nenhuma.

Até que um dia entrei na academia Alliance para assistir um treino e me identifiquei com a energia dos alunos e a qualidade técnica dos professores, não pensei duas vezes em querer fazer parte deste time.

Ao chegar, já na faixa azul meu objetivo era manter o ritmo de 3 treinos na semana sem pretensão alguma de um dia ser graduado, queria mesmo era me exercitar. Mas a cada dia estava mais inserido nos treinos e sempre muito motivado a aprender com um amigo argentino que me ajudou a entender o que estava fazendo ali e para onde deveria ir, e foi ai que a rotina diária de treinos começou a fazer mais sentido pra mim.

O resultado dessa jornada que quase não vi passar é que hoje sou muito mais saudável , fiz amigos para a vida toda e após 8 anos não tenho dúvida que foi a melhor escolha que fiz na vida, pois amo o Jiu Jitsu e tenho ele como prioridade em todas as manhãs com a máxima disposição e a certeza que Alliance eu sou…

Ossss

MUNDIAL DE JIU JITSU IBJJF 2018

Estou embarcando para o Mundial de Jiu Jitsu IBJJF 2018 na California, será o meu 23º campeonato seguido, nunca fiquei de fora desde a criação do evento em 1996.

Lutei como atleta por 6 edições onde consegui conquistar 4 ouros além de 2 pratas e 2 bronzes.

Nessa fase nossa equipe também venceu o torneio por duas vezes 1998 e 1999.

 

A partir de 2008 tive a alegria de guiar meus alunos e nossa equipe por mais 9 títulos consecutivos na maior série histórica de vitórias de uma equipe, alcançando 11 títulos mundiais. (a equipe que mais tinha títulos anteriormente continua com 7)

Mas o esporte é assim, sabemos que um dia a hegemonia vai terminar, apenas lutamos para que isso demore o máximo possível.

 

Aconteceu, ano passado perdemos o título pela primeira vez em 10 anos.

Por alguns momentos eu me confortei dizendo para mim mesmo que estava com outras prioridades, crescendo minha academia, cuidando da expansão da Alliance e ainda me dedicando ao VIVER DE JIU JITSU (programa que visa ajudar as academias de jiu jitsu em todo o mundo).

Mas o tempo foi passando a temporada esquentando, Europeu depois Pan e Brasileiro, nosso time competindo com uma energia incrível.

Ver a vontade e o sonho de nossos atletas é simplesmente contagiante, me encheu de energia.

O trabalho na minha academia sob o comando do nosso Tri campeão mundial Michael Langhi colocou nosso quartel general em ponto de bala, com o constante reforço de nossas filiais na cidade nosso camp foi perfeito.

Nosso bravo time do sul comandado pelo já consagrado professor Mario Reis esta cada vez mais conectado e forte.

O Rio de Janeiro onde tudo começou e segue no comando de um de nossos fundadores Gigi Paiva se fortaleceu nos últimos anos e traz uma equipe incrível e pronta pra briga.

A não tão conhecida cidade de Charlotte na Carolina do Norte é há 3 anos residência do multi campeão mundial Lucas Lepri que se prepara junto com uma garotada de muito talento e que vem para reforçar muito nosso time.

O esquadrão de nosso GOAT Marcelo Garcia vem de New York com força total e embalado por 2 atletas entre os 10 melhores do ano na faixa preta.

Todos nós estamos chegando a California para nossa sede em Los Angeles comandada por ninguém menos que Rubens Cobrinha Charles o único atleta na história a vencer o SUPER GRAND SLAM (quando no mesmo ano venceu, Europeu, Pan, Brasileiro, Mundial e ADCC). Como costumamos dizer na Alliance campeão anda com campeão logo não há melhor lugar para estar que na Alliance Los Angeles.

O comando de todas essas frentes que embora fortes individualmente não se comparam ao conjunto é orquestrado pelo líder da melhor equipe que o Jiu Jitsu já conheceu, nosso mestre Romero Jacaré Cavalcanti que uma vez mais estará lado a lado com todos nessa guerra que será o mundial 2018.

Talvez o mais disputado de todos os anos, recheado de novos talentos alguns estreando na faixa preta outros buscando seu primeiro titulo mundial, outros já consagrados, uma mistura que deixa todos os amantes da arte suave com muitos palpites e poucas certezas do que vai acontecer. Mas uma coisa é certa, vai ser muita emoção!

As categorias estão cheias e as equipes trouxeram o que há de melhor no mundo do jiu jitsu.

Vai ser um torneio disputadíssimo e eu estarei lá os 5 dias inteiros como eu já fiz tantas outras vezes mas com mais  vontade de estar no front e guerrear lado a lado com os meus.

Espero ver alguns recordes no próximo final de semana, Nosso maior vencedor de mundiais Bruno Malfacine pode alcançar a incrível marca de 10 títulos mundiais na mesma categoria, 10 títulos mundiais  também é o que pode acumular nossa equipe feminina que acaba de fechar o Grand Slam da temporada 2017/2018

O resultado não está em nossas mãos mas prometemos aos nossos adversários o INFERNO!!!!

Domingo 27/05 é o sorteio das chaves da faixa preta evento que normalmente marca o inicio da disputa entre equipes porém esse ano será em novo molde o que mostra uma evolução do esporte e da própria IBJJF, o que antes era uma discussão interminável entre os professores para montar a melhor chave sob o ponto de vista de cada um agora será totalmente baseada em critérios de ranqueamento. Mais justo e menos politicagem, espero que dê certo.

Estou muito feliz de fazer o que amo, motivado para lutar pela Alliance, feliz de encontrar toda a minha família do tatame e confiante que retomaremos o lugar mais alto do pódio.

Todo meu respeito a nossos adversários que junto conosco constroem esse maravilhoso esporte, saúdo todos vocês.

let the war begin!!!!

ps: após o mundial independente do resultado volto aqui para dividir minha impressões com vocês, fiquem na torcida!

Fabio Gurgel

 

 

 

 

 

5 ALIMENTOS QUE VOCÊ NÃO DEVE COMER NUNCA

Pedi para minha nutricionista me indicar os alimentos que você não deveria comer nunca , pois são nocivos a nossa saúde e assim que recebi fiz questão de compartilhar com vocês. Sei que as vezes pode não ser fácil fazer uma mudança de hábito alimentar mas se cortarmos os venenos já daremos um passo enorme na direção de uma vida mais saudável.

Olha o que a Carol Yamin mandou pra gente.

Alimentos proibidos?

Se existisse um alimento que pudéssemos eliminar de nossas vidas e obter a saúde perfeita seria o cenário ideal, mas não existe formula mágica para o sucesso.
Porém há sim alguns alimentos que são de certa forma prejudiciais para a saúde e que devemos consumir com moderação e outros até eliminar de vez.

Embutidos
Embutidos

1. Embutidos e carnes Processadas.

As carnes processadas ( salame, presunto, bacon industrializado, salsicha, linguiça etc.) passam por longos processos de produção e são acrescidas de inúmeras substancias para que permaneçam conservadas por longos períodos de tempo, além de receberem grandes quantidades de sal e realçadores de sabor.
Estas substancias já foram classificadas pela OMS (Organização Mundial da Saúde) como sendo carcinogênicas e promoverem o aumento da incidência de câncer e devem ser consumidas eventualmente ou nas porções seguras estipuladas (70g/dia para homens e 55g/dia para mulheres).
Concordo que aquele sanduiche de pão francês com mortadela não pode morrer, mas deixe que ele se transforme em uma experiência eventual com a família e amigos, assim seu corpo e mente agradecem.

2. Açúcar.
O açúcar tem aparecido como o grande vilão da nutrição. É o alimento que quando comemos libera o hormônio chamado insulina, que controla o metabolismo da glicose no sangue e quando está desregulado gera a doença conhecida como Diabetes.
Mas açúcar não é só aquele pó branco na mesa de café. O açúcar está em todos os alimentos ricos em carboidratos como pães, bolos, massas, bolachas, biscoitos etc. E todos estes alimentos podem influenciar nos níveis de insulina.
Por esse motivo é importante que o consumo destes alimentos seja balanceado, e devemos entender que somos muito diferentes uns dos outros, principalmente quando o assunto é metabolismo de carboidratos.
Quem nunca viu aquela pessoa “magra de ruim” que come tudo que vê na frente e não engorda, ou aquela pessoa que “respira fundo e já engorda”, ENTÃO… devemos nos conhecer bem, e buscar bons profissionais que nos instruam para que possamos entender nossa individualidade e viver EM PAZ COM OS CARBOIDRATOS.

3. Sal.
Provavelmente você já escutou que sal faz mal.
Na verdade o sódio é um nutriente necessário para a transmissão de impulsos nervosos e funcionamento das células. Por esse e outros motivos não deve ser excluído da alimentação diária, porém deve ser consumido moderadamente pois o excesso de sódio crônico contribui para o desenvolvimento de hipertensão.
Nosso consumo diário de sódio varia de 1500mg a 2000mg sendo que os alimentos como as carnes, ovos, peixes, aves, vegetais etc., já possuem sódio em sua composição. Por isso a quantidade adequada para consumo de Sódio pela ingestão de Sal por dia é 1000mg.
O sal de comum, refinado, é composto por Sódio 40% e Cloro 60% (Cloreto de Sódio) e não tem função nutricional nenhuma.
Já os sais mineralizados como o sal marinho, sal do himalaia, sal negro, sal cinza etc. são ricos em minerais (cerca de 80 tipos) com funções na a produção de neurotransmissores, enzimas e hormônios.
A quantidade de sódio presente em 1g (1 colher de café) nos sais mais conhecidos é:
– Sal refinado – 391mg
– Sal do Himalaia – 368mg
– Sal refinado iodado- 381mg
– Sal grosso nacional – 391mg
– 1 colher de sopa de Shoyu tradicional- 855mg
-1 colher de sopa de Shoyu light- 570 mg

4. Gorduras Hidrogenadas (Trans.)
Gorduras hidrogenadas passam pelo processo de hidrogenação pelas indústrias para dar textura e sabor aos alimentos, que ficam mais CROCANTES, mais SABOROSOS e mais VICIANTES.
Mas essas gorduras, ao contrários das outras como mono e poli-insaturadas, e até as demonizadas gorduras saturadas (que hoje já sabemos que podem ser muito saudáveis se consumidas corretamente, como a manteiga, a gordura do coco e a banha de porco), as gorduras hidrogenadas NÃO TEM ABSOLUTAMENTE NENHUMA FUNÇÃO NUTRICIONAL OU METABÓLICA.
O único caminho que estas gorduras tem no organismo é diretamente para o tecido adiposo (o famoso “pneuzinho”) e para as veias e artérias criando um processo chamado arteriosclerose que com o tempo se desenvolve para o quadro de ataque cardíaco, hipertensão e síndrome metabólica.

Hamburguer
Hamburguer

5. AÇÚCAR + SAL + GORDURA
Agora chegamos na grande questão!
Você conseguiria comer uma tigela de açúcar puro?
Ou uma colher cheia de sal?
E uma xícara de óleo?
Mas se misturar uma xícara de farinha (açúcar puro) com uma colher de sal, e uma xícara de óleo, obtém-se o mais delicioso PÃO. E quentinho com uma manteiguinha, fica impossível parar de comer.
Isso acontece porque a mistura de AÇUCAR+ GORDURA+ SAL gera uma reação química hiperestimulante no cérebro que bloqueia nossa noção de quando já estamos satisfeitos pelo fato de ativar nosso sistema de recompensa assim como acontecem com as drogas.
Por esse motivo somos VICIADOS em alguns tipos de alimentos, e TODOS tem a combinação destes três elementos.
-CHOCOLATE: gordura do cacau + açúcar + sal (sabor e conservante) + cafeína
-PIZZA: gordura do queijo + açúcar do trigo + sal do queijo
-PÃO: gordura (normalmente banha ou manteiga) + farinha branca + açúcar + sal refinado
-BOLACHA RECHEADA: açúcar da farinha branca + gordura hidrogenada e açúcar no recheio + sal (sabor e conservante).
OBS: O sal além de ser utilizado para conservar, é um realçador de sabor em preparações doces, por isso não pense que aquele bolo, bolacha, chocolate está livre de sal.

Conciliando a vida corrida com uma alimentação saudável

Nenhum alimento precisa ser demonizado, mas no dia-a-dia é importante fazer boas escolhas e deixar os alimentos “prejudiciais” a saúde para ocasiões especiais ou sociais.

com carinho

Carol Yamin

Leia tamben

Guia completo de suplementação

MAGRELO? VEJA O QUE VOCÊ TEM EM COMUM COM O HOMEM MAIS VALENTE QUE JÁ CONHECI?

Se você é magro, pequeno, sem força física, então você tem muito em comum com o homem mais valente que já conheci.

Fui criado no meio do jiu jitsu, esporte e estilo de vida que pratico e ensino ha mais de 35 anos, nesse universo de lutadores sejam eles profissionais ou apenas praticantes ( que são a esmagadora maioria) pude testemunhar diversos atos de bravura e valentia, muitas vezes relacionados a situações de luta e tantas outras situações cotidianas que me provavam a cada dia o bem que o jiu jitsu faz as pessoas, tornando-as mais seguras, tolerantes e concientes.

Toda essa cultura foi disseminada dentro do jiu jitsu por um homem, que nunca pesou mais do que 63kg, nunca foi atlético, tinha problemas de saúde e através do jiu jitsu se tornou o homem mais valente e o melhor lutador de seu tempo.

Helio Gracie não só foi o principal responsável pelo desenvolvimento do Jiu Jitsu brasileiro como deu a todos nós praticantes uma segurança de que através do jiu jitsu podíamos alcançar tudo que desejássemos.

Ensinar o Jiu Jitsu a todos sempre foi a missão dos mestres Carlos e Helio Gracie que logo após a chegada ao Rio de Janeiro montaram sua primeira academia.

assistam um pedaço do video daquela época ainda em 16mm mas que fala muito da essência de para quem o Jiu Jitsu foi criado.

DICAS DA NUTRICIONISTA PARA GANHO DE MASSA

Helio Gracie

AGENDE SUA AULA PARTICULAR GRATUITA

“Eu devo tudo ao jiu-jitsu eu era um garoto fraco, nervoso, complexado, eu achava ser valente era não ter medo de brigar acontece que depois que comecei a praticar jiu-jitsu passei a não brigar, passei acreditar em mim, passei a ser tolerante com as coisas, e sou um homem tolerante aparentemente, pois o controle do jiu-jitsu foi tão grande que me fez bom moralmente, todo brigador é covarde, todo brigador é inseguro por isso que ele briga, o homem seguro é confiante, quando seguro moralmente ele domina a pessoa com a moral e não com briga”

Helio Gracie

 

Helio Gracie enfrente Waldemar Santana na luta mais longa da história, 3h 45min

 

O Jiu-Jitsu que criei foi para dar chance aos mais fracos enfrentarem os mais pesados e fortes. E fez tanto sucesso, que resolveram fazer um Jiu-Jitsu de competição. Gostaria de deixar claro que sou a favor da prática esportiva e da preparação técnica de qualquer atleta, seja qual for sua especialidade. Além de boa alimentação e da abstenção de hábitos prejudiciais à saúde.

Helio Gracie

 

 

 

 

 

21 FRASES DE HELIO GRACIE

GM Helio Gracie treina com seu filho Royler Gracie

 

“Quando você tem mais confiança em si mesmo, você é automaticamente mais tolerante. Você tem condição de meditar de se pôr no seu devido lugar sem precisar lutar, e isso assusta os valentões.”

Hélio Gracie

 

 

 

AGENDE SUA AULA PARTICULAR GRATUITA

UMA BOA AULA DE JIU JITSU EM 5 PONTOS CRUCIAIS

Comecei no jiu jitsu aos 13 e já com 15 comecei a ajudar meu professor Romero “Jacaré” Cavalcanti nas aulas. Eu não podia ter tido uma escola melhor para me tornar um professor, ali aprendi os pontos cruciais em uma boa aula de jiu jitsu.

Jacaré é um craque e lado a lado com ele pude aprender como conduzir uma aula que fosse séria e ao mesmo tempo leve, que colocasse o aluno estimulado a se desafiar sem nunca faze-lo se sentir obrigado a tal e cuidar do ambiente para que todos que ali estivessem fossem beneficiados.

Nunca eleger alguém em detrimento de outro sempre contribuiu para que o clima em nossa academia fosse de muito respeito e amizade.

Embora eu tenha tido a oportunidade desse convívio e aprendizado dar aulas não é e nunca foi uma tarefa fácil.

Percebi isso mais claramente quando decidi escrever o Método de Ensino da Alliance.

Escrevi e reescrevi por várias vezes e até hoje após mais de 15 anos de metodologia sendo aplicada em nossa escola ainda fazemos ajustes.

Transcrever todos os aspectos de nossa escola para o papel foi um trabalho difícil mas talvez o mais importante para construir nosso time.

Nesse texto eu quero mostrar a vocês 5 pontos que acho cruciais para uma boa aula e espero que de alguma maneira isso possa ajudar você que já é professor e também você praticante a identificar uma boa aula de jiu jitsu.

1º PONTO – O COMPROMISSO

A aula começa antes dela de fato ter inicio, o professor precisa se preparar, primeiro para chegar antes da hora, atraso é uma falha inadmissível em minha opinião, nada mais é que uma falta de respeito ao tempo que o aluno esta dispondo para aprender com você.

Você chegar na hora e iniciar a aula na hora faz com que os alunos também o façam  e a organização facilite a vida de todos.

Kimono limpo e linguagem adequada são outros dois atributos essenciais na vida de um bom professor, evite falar gírias em excesso e esteja sempre impecável em sua higiene.

2º PONTO – A AULA

O inicio da aula vai variar de acordo com o nível da turma, por exemplo uma turma de iniciantes precisa do aquecimento em forma de educativos, onde o aluno pode aprender os fundamentos como rolamento, fuga de quadril, levantada técnica etc…

Já uma turma avançada pode iniciar o aquecimento em forma de drills técnicos que já aquecem e preparam o corpo para o treino.

O aquecimento convencional onde se faz uma ginástica e foi usado durante muitos anos nas academias de jiu jitsu perdeu no meu entendimento um pouco de sentido embora possa ser usado eventualmente como forma de se variar o tipo de aquecimento o que é muito importante.

 

 

3º PONTO – A TÉCNICA

A escolha da técnica a ser ensinada é de vital importância para o sucesso da aula e deve de preferência fazer parte de um programa, embora saibamos que isso não é o mais comum em nosso mercado, entendo que devemos mudar esse quadro.

Não ter um programa coloca o professor em uma armadilha muito comum, o de sempre ensinar o que ele tem facilidade de executar e não o que o aluno deve aprender.

A técnica deve ser escolhida sempre baseada no grau de compreensão da turma e nunca no que o professor gostaria de ensinar, é preciso que o aluno entenda do que o professor esta falando. Compreensão é a chave do envolvimento do aluno com o aprendizado.

Analisar a aula pela perspectiva do aluno é uma arte, rara de se ver e presente apenas em bons professores.

 

 

4º PONTO – A EXPLICAÇÃO

Após escolhida a sequencia técnica vem o momento de se fazer entender.

Uma explicação calma e confiante tende a ser melhor compreendida pelo aluno.

Não torne sua explicação muito longa e detalhada, isso é um erro muito comum em jovens professores, na tentativa de mostrar o quanto eles sabem exageram nos detalhes e tornam a explicação extremamente confusa, nesse caso menos é mais, identifique os pontos cruciais da técnica e foque neles. ( se você demorar mais de 3 minutos para explicar uma técnica seus alunos não compreenderão metade do que disse)

Cuidado com as analogias, explicar uma técnica usando exemplos que o aluno pode correlacionar pode ser interessante porém deve se ter muito cuidado pois um equivoco aqui e sua explicação ficará péssima.

5º – PONTO – O TREINO

Chegou a parte final da aula o famoso “rola”.

Existem muitos tipos de treinos a se fazer que podem variar de tempo de duração de intensidade,  de objetivo e etc..

Procure sempre variar os treinos, monte grupos, alterne o tempo, faça treinos de situações específicas, coloque treinos longos as vezes, enfim faça ser diferente e divertido.

Sempre que possível escolha os pares de forma aos alunos experimentarem treinos diferentes e evolutivos e ao mesmo tempo proteger para que todos tenham sempre uma boa experiência e evitem lesões .

Por fim dar aula é como aprender Jiu jitsu precisamos sempre estar em evolução, tecnicamente e também antenados ao que acontece a nossa volta em termos de didática e treinamento para evoluirmos e trazermos coisas novas e mais eficientes para nossos alunos.

Espero ter ajudado um pouco com essas dicas para que nosso jiu jitsu chegue com qualidade a cada vez mais praticantes.

forte abraço

Fabio Gurgel