FAIXA PRETA DE VERDADE

Hoje dia 23 de Outubro de 2018 faço 29 anos de faixa preta e queria dividir com vocês a minha opinião do que é ser umfaixa preta de verdade.

Me lembro como se fosse hoje o dia que recebi a faixa das mãos de meu Mestre Romero Jacaré em sua pequena academia em Ipanema.

Não era um evento comum de acontecer por lá, aliás nunca havia ocorrido, uma vez que eu tive a honra de ser o primeiro graduado a faixa preta por ele.

A sensação daquela conquista aos 19 anos de idade foi algo inesquecível, era a concretização de um sonho e com certeza minha maior conquista até aquele momento da minha vida.

Eu de fato me sentia pronto para aquele momento, já dava aulas ha algum tempo tinha um bom nível técnico um otimo resultado em competições, sim eu era um faixa preta.

Mas é claro que precisamos dar um desconto a um garoto de 19 anos no entendimento do que significa realmente ser um faixa preta.

E por isso resolvi dividir com vocês aqui o meu entendimento do que é ser um faixa preta de verdade depois de já ter percorrido quase que essa jornada inteira, ainda faltam 2 anos para que eu possa receber a faixa coral da IBJJF pelas regras de hoje.

Voltando ao inicio quando eu recebi minha faixa a evolução técnica era minha prioridade, e acho que ser um faixa preta significa conhecer os fundamentos e “todas” as técnicas do jiu jitsu.

O que torna a missão hoje mais dificil pois se tem muito mais técnicas para aprender e é impossivel que você conheça todas, mas devemos nos aproximar disso e para que isso seja possivel precisamos nos manter sempre abertos a aprender, faixa preta não é uma chegada mas sim um caminho.

Você precisa dominar as técnicas a ponto de poder repassa-las, seja você um professor profissional ou não, compartilhar conhecimento no meu entender é obrigação de todo faixa preta de verdade.

Quando você ensina existem duas coisas muito importantes a se pensar, a primeira é seu exemplo, não me venha com esse papo de “faça o que eu digo não faça o que eu faço” seu aluno tende a se espelhar em você, seja responsável e sempre um bom exemplo, suas atitudes vão falar sempre mais alto, cuidado!

A segunda é o respeito, entender que pessoas tem diferentes habilidades e objetivos, respeita-los nas diferenças e fazer com que o Jiu jitsu seja parte da vida deles pelo maior tempo possivel deve ser a missão do faixa preta de verdade.

Para que você possa repassar conhecimento você precisa ter vivido a experiência, como eu vou entender o sentimento do outro se eu nunca estive lá? Isso vale para campeonatos e outras tantas experiências que o jiu jitsu pode te trazer, por exemplo: já treinou com o dedo machucado? não? então como você pode dizer para um aluno treinar ou não nessa situação?

Acumular experiência e repassa-la é o que se espera do faixa preta.

Se permita viver os desafios que aparecerem em seu caminho, durante todo o processo busque a vitória mas entenda que não é ela o mais importante, ser de VERDADE é.

Se mantenha eternamente aberto a aprender, nunca pose de dono da verdade, você não é, e se fizer isso posso te garantir será de mentira.

O jiu jitsu me ensinou ao longo de todos esses anos que pessoas diferentes fazem técnicas de forma diferente e não existe certo ou errado e sim o que funciona e o que não funciona.

Ser de verdade é se manter treinando mesmo entendendo que você não será mais aquele lutador de outros tempos, você vai perder a explosão, talvez a força e com certeza o tempo de reação o que vai comprometer definitivamente a sua performance, mas e daí, adapte-se.

Não se esconda atrás de sua graduação, treine com todos que te convidam para treinar seja com os que você ganha, com os que você perde e com aqueles que são os que te testam de fato, faça isso independente da graduação, esse papo de faixa preta não poder ser chamado por alunos menos graduados é tipico de quem não é de verdade. Não isso não tem nada a ver com respeito.

Ser faixa preta não te torna melhor do que ninguém, repeite todos da mesma forma no tatame, sabe aquela situação onde o faixa preta esbarra na dupla do lado e manda o outro que estava no espaço dele sair só porque é menos graduado? tipico do faixa preta de mentira.

Carregue a imagem do Jiu jitsu por onde quer que você vá e em tudo que você faz.

Pratique a gentileza durante todo o tempo, agressividade na maioria das vezes denota insegurança, busque essa paz dentro de você.

Tenha muitos adversários mas não cultive inimizades, quando a luta acabar ou as vezes o periodo de rivalidade seja grato aquele que te fez treinar mais se dedicar mais aquele que te fez melhor do que você era. Diga isso a ele, ele provavelmente tem o mesmo sentimento por você.

Entenda que no jiu jitsu ninguem nunca é bom o suficiente e ter a faixa preta na cintura não te torna um de VERDADE, isso é construido diariamente com nossas ações, lembre-se estamos todos em uma jornada, faça com que suas atitutes sejam motivos de orgulho quando você olhar para trás.

Caso tenha errado no caminho, assuma o erro peça desculpas e siga evoluindo.

Nunca é tarde para nos tornarmos faixas pretas de verdade.

 

 

3 opiniões sobre “FAIXA PRETA DE VERDADE

  • 23 de outubro de 2018 em 14:35
    Permalink

    Parabéns irmão é amante da arte assim como eu sou,a cada dia vc se torna um grande mentor para mim!!!oss🥋

    Resposta
  • 23 de outubro de 2018 em 16:21
    Permalink

    Bela história;belos ensinamentos!Obrigado pelas suas palavras,são sábias.

    Resposta
  • 24 de outubro de 2018 em 10:50
    Permalink

    Excelente General, parabéns por toda sua caminhada e gratidão pelo belo exemplo que vem demostrando através do seu trabalho.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *