ATIVIDADE FÍSICA APÓS OS 40, EU SEI NÃO É FÁCIL.

Estou escrevendo esse texto do alto dos meus 48 anos de idade, venho tentando e conseguindo me manter ativo fisicamente mas confesso que não tem sido  fácil  fazer atividade física após os 40.

Por isso decidi compartilhar com você esse texto.

Por influência de meus pais o esporte sempre esteve muito presente na minha vida.

Desde muito pequeno pratiquei todos os tipos de esporte e competi na maioria deles, joguei Vôlei, Futebol, Tênis, natação, etc…

Até que encontrei as artes marciais, iniciei aos 13 anos no karate e logo depois entrei no Jiu Jitsu para nunca mais sair.

Você deve estar pensando que falar de atividade física para mim é fácil porque eu sempre fiz esporte, e que não é seu caso, que você nunca foi esportista e por isso é muito mais difícil pra você.

Concordo em parte, de fato começar algo novo não é fácil e assusta porém por outro lado fazer esportes em alto nível por muito anos acarreta inúmeras lesões que com a idade vão se tornando um grande problema.

Não é raro vermos ex atletas assustadoramente fora de forma, não é mesmo?

Depois de 35 anos de pratica ininterrupta sendo 25 anos em alto nível hoje meu corpo reclama, preciso confessar que judiei dele, poucas vezes respeitei os limites pois a vitória justificava o sacrifício. Não me arrependo mas  as vezes penso, se eu tivesse cuidado disso lá atrás…..não estaria com essa dor hoje. mas como diz o ditado a sabedoria só vem com o tempo e quando ela chega a juventude já se foi, rs.

Hoje pago o preço com lesões chatas de conviver e que me obrigam a algumas adaptações em meus treinos.

Esse é o ponto que quero chamar sua atenção, se você esta acima dos 40 seu corpo nã0 é mais o mesmo, e isso não pode ser desculpa para você não se cuidar.

Portanto seja você um antigo atleta ou um sedentário de carteirinha, uma coisa é fato precisamos fazer atividade física e não é uma coisa fácil.

Os benefícios a saude são conhecidos por todos e sabemos que precisamos começar (ou continuar) mas o dia a dia atribulado vai nos fazendo procrastinar deixando sempre para depois a decisão de começar algo.

Até que tomamos um susto com nossa saúde (sim isso vai acontecer) e ai passamos a correr atrás dela ao invés de procurar uma atividade que nos de prazer pois agora o problema se tornou urgente.

Eu vejo isso acontecer muitas vezes em novos alunos que chegam em minha academia ou até alunos antigos que pararam de treinar por longos períodos.

E se esse não é seu caso ainda não permita que isso aconteça com você.

Aqui vão algumas dicas:

  • Não procure uma atividade solitária, envolva-se com o grupo, socializar também traz saúde e te ajuda para aqueles dias onde a preguiça e o cansaço forem mais fortes.
  • Evite atividades de alto impacto.
  • Se possível alterne diferentes atividades durante a semana tentando se manter sempre ativo.
  • Uma atividade física todos os dias é um luxo para poucos mas só depende de você estar nesse grupo.
  • A disciplina tão importante em outras areas da vida é testada nos pequenos esforços em nosso dia a dia, vencer os obstáculos da preguiça, de pequenas dores musculares, de cansaço, etc… nos torna mais forte e determinados, se beneficie disso.

Estar cercado de gente profissional também é muito importante, vou compartilhar com você os profissionais que me acompanham:

 

A dieta faz parte do treino e uma coisa ajuda a outra mas sem radicalismos, busque a constância ao invés da restrição.

O que sempre me motivou e me encantou na atividade que escolhi é o fato de estar sempre aprendendo algo, quando fazemos atividade física somente pelo fato da saúde ou da estética (nada contra as duas)  isso não necessariamente nos dá prazer e a chance de desistirmos é maior.

Por isso sempre preferi os esportes.

Escrevi um texto ha um tempo atrás que queria compartilhar com você sobre esse mesmo assunto,

E se você tiver curiosidade tem um video muito legal sobre como funciona o Jiu jitsu para a turma que já é Master

 

 

Assista o video

 

 

Um forte abraço

 

Fabio Gurgel

 

 

6 opiniões sobre “ATIVIDADE FÍSICA APÓS OS 40, EU SEI NÃO É FÁCIL.

  • 13 de julho de 2018 em 08:43
    Permalink

    Tenho 42 anos comecei no Jiujitsu com 32 anos acho que foi isso devido ao trabalho e condições financeiras foram muitas idas e vindas…hoje estou parado com uma lesão no ombro e fica claro nessa explicação do texto o quanto é preciso se cuidar na nossa idade…

    Resposta
  • 13 de julho de 2018 em 08:45
    Permalink

    Gosto do tipo de metodologia que vocês usam parece muito bacana , grande abraço.
    Excelente matéria
    Osss

    Resposta
  • 13 de julho de 2018 em 12:18
    Permalink

    Excelente texto, mestre! Tenho 41. Sou faixa marrom de jiu jitsu, tendo recomeçado aos 35. Hoje consigo treinar jiu jitsu, crossfit, competir e dar aulas. É a melhor coisa da vida! 💟

    Resposta
  • 13 de julho de 2018 em 13:57
    Permalink

    Eu aos 40 anos já esta esta declinando para a velhice comecei a correr hoje com 75 anos me sinto jovem ainda correndo!!

    Resposta
  • 13 de julho de 2018 em 22:12
    Permalink

    Querido Fábio! Ale Corvo aqui. Texto incrível. Sempre fiz alguma atividade física mas nunca competi. Depois de ter meu filho, voltei ao boxe recreativo, ao 36 anos. Quando percebi , estava treinando para uma luta e estreei na competição do boxe aos 40 anos. Em fiz 4 lutas com excelentes performances (perdi uma ganhei 3) ! Pode ser difícil, mas nada é impossível e recomendo, fortemente, atividade física a todos. Obrigada pelo texto q mostra q as dificuldades existem mas não por isso nos paralisamos. Um grande beijo da sua fã !

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *